Offline
Polícia Militar Prende Quatro Suspeitos de Roubo em Janaúba
06/06/2024 09:06 em Norte de Minas

A Polícia Militar prendeu preventivamente quatro suspeitos, de idades entre 18 e 33 anos, após uma denúncia de roubo de R$ 38 mil em cheques e dinheiro de um funcionário de uma loja de materiais de construção. O crime ocorreu na última segunda-feira (3), na cidade de Janaúba, no Norte de Minas.

Investigação e Prisão

De acordo com a PM, os suspeitos foram identificados através de imagens de câmeras de segurança e uma investigação policial minuciosa. Com os indivíduos, foram apreendidos dinheiro, munição e aparelhos celulares.

A investigação começou quando os militares interrogaram um jovem de 18 anos, empregado na mesma loja. Inicialmente, ele negou envolvimento no crime, mas entrou em contradição durante o interrogatório e acabou confessando a autoria, além de delatar os outros envolvidos.

O suspeito de 18 anos revelou que a ideia do roubo surgiu durante uma confraternização entre amigos. Na ocasião, ele mencionou que iria assumir uma nova função como office boy na empresa. O plano foi discutido em redes sociais e um primo do jovem ficou encarregado de recrutar outras pessoas para a execução do assalto.

Os policiais prosseguiram até a casa de um dos suspeitos. No local, uma sobrinha reconheceu o indivíduo através de uma foto tirada durante o roubo. Na residência, os policiais encontraram os outros três envolvidos no crime, escondidos em um quarto nos fundos da casa. Um dos homens confessou participação no roubo e revelou que o dinheiro estaria com um comparsa, que não foi localizado.

O Crime

O roubo ocorreu quando um funcionário da loja de materiais de construção estava a caminho de uma agência bancária para depositar R$ 22 mil em dinheiro e R$ 16 mil em cheques. Ele foi surpreendido por assaltantes que, após ameaçá-lo com um revólver, roubaram a mochila contendo o valor mencionado. Os criminosos fugiram de bicicleta pelo bairro Dente Grande.

Conclusão

Os quatro suspeitos foram presos e encaminhados à delegacia da Polícia Civil, que continuará as investigações sobre o crime.

COMENTÁRIOS